twilight-fan @ 21:46

Sex, 16/09/11

https://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/B8a07d2dd/9148525_8Ibyo.jpeg

Acreditem ou não, Edward Cullen não foi o primeiro vampiro a chegar ao grande ecrã. Você, jovens, que acham que o Crepúsculo bateu records na loucura pelos vampiros, aqui está uma notícia escandalosa: o Brad Pitt – vocês sabem, aquele rapaz de Benjamin Button com barba que está sempre a aparecer na capa das revistas – ganhou as suas presas em Entrevista com o Vampiro muito antes de se ouvir falar da Bella Swan. E então, o que é que o Brad pensa destes novos sugadores de sangue? “Não sei nada sobre isso, a sério,” disse Brad à Entertainment Weekly, sobre o fenómeno à volta de Robert Pattinson. O QUÊ?!! Anda aqui alguém neste mundo que não está a contar os dias para a estreia de Amanhecer? Culpem Shiloh e o Maddox: “Ouçam, por causa dos meus miúdos, eu só vejo filmes para os dez anos. Já os vi todos, e já vi mais de 10 vezes.”

Mas ele sabe quem é o Taylor Lautner. Só não o conhece como Jacob. “Sharkboy and Lavagirl? É um grande filme,” disse Brad à revista sobre um dos filmes de Taylor de quando era mais novo. “Qual é o papel dele? Sharkboy? Aquele rapaz que é sempre fotografado sem camisola – é esse rapaz? Esse é o Sharkboy? Wow. Não fazia ideia.” Bingo, é esse mesmo, Brad. O que se passa é que, parece que o Brad não liga muito a esta mania dos vampiros. “Foi muito mau. Seis meses completamente no escuro,” relembrou Brad sobre o seu papel na Entrevista com o Vampiro. “Lentes de contacto, maquilhagem… Ainda estava escuro quando ia para o trabalho – depois entrava num caldeirão, num mausoléu – e quando saía já estava escuro outra vez.” Pelo contrário, nestes dias já se recebe roupa interior com a nossa cara pálida. Este era o tipo de coisa que o vencedor por duas vezes do concurso People Sexiest teria ganho nesta altura. Por falar no assunto, o Brad disse, “Bem, eles não dizem que somos imbecis, sabem? Quando ficamos mais velhos, percebemos que é só pelo divertimento. O Clooney e eu divertimo-nos mais tarde… não passei muito tempo a pensar nisso.” E, pois claro, tivemos umas palavrinhas a dizer sobre a sua companheira, Angelina Jolie. Boas coisas, claro. “Nós trabalhamos muito bem juntos,” relembra Brad sobre os seus dias em Mr. And Mrs. Smith com a Angelina. “Tivemos alguns bons workshops antes de começarmos. Demos umas boas gargalhadas e ideias. Foi uma grande colaboração que se tornou numa colaboração ainda maior.” Uma colaboração bastante controversa. Mas quem é que se rala nestes dias, não é? Ah, e sobre os constantes rumores da separação? O Brad não se farta da sua mulher. Na verdade, ele quer voltar a trabalhar com ela no grande ecrã, tipo, sempre. “Nós devíamos faze-lo juntos – era isso que devíamos fazer. Nós devíamos estar a fazer tudo juntos, e assim trabalhávamos menos. Tínhamos mais tempo livre.” Está-nos a cheirar a Mr. And Mrs. Smith 2? Talvez o Taylor Lautner pudesse fazer de seu protegido. Não têm de quê, Hollywood!